Estudante recebe menção honrosa no Prêmio Maria Cecilia Minayo 2016

vilma_diuana
Vilma Diuana

No 7º Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde, que aconteceu em Cuiabá, de 9 a 12 de outubro, Vilma Diuana, estudante de doutorado do Programa de Pós-Graduação em Bioética, Ética Aplicada e Saúde Coletiva (PPGBIOS/IMS/UERJ) foi premiada com menção honrosa no Prêmio Maria Cecilia Minayo 2016. De acordo com Vilma, o trabalho premiado é fruto da articulação entre saberes, práticas e experiências, e que somou-se com a proposta do 7º CBCSHS. “O estudo vem sendo desenvolvido por mim dentro do PPGBIOS, sob orientação das professoras Marilena Correa e Miriam Ventura, e expressa nosso interesse em aprofundar o debate sobre gênero e reprodução no contexto adverso que é a prisão. Mas ele partiu de uma pesquisa multidisciplinar sobre a saúde materno-infantil nas prisões realizada pela Fiocruz, sob a coordenação de Maria do Carmo Leal, Alexandra Sanchez e Bernard Larouzé, onde fomos responsáveis pelo estudo psicossocial”, revelou a estudante.

Vilma explica que a participação neste Congresso também foi fruto de uma parceria. “Sem poder estar presente, tive que contar com Luciana Simas, co-autora do trabalho,  para apresentá-lo, o que foi muito importante para a avaliação que recebeu. Assim, foi uma honra para nós que nosso trabalho tenha recebido uma menção honrosa no Prêmio Maria Cecilia Minayo 2016, tão importante para os pesquisadores do campo das Ciências Sociais e Humanas em Saúde. Para nós, ela indica que nossas preocupações com a saúde das mulheres e crianças que hoje estão vivendo nas prisões brasileiras não são somente nossas”, ressaltou.

“Esta premiação nos incentiva a continuar no debate, na reflexão e no enfrentamento das questões colocadas pela maternidade na prisão, onde a atenção à saúde da mulher, para além de uma perspectiva biomédica, precisa levar em conta as questões de gênero, a condição de privação de liberdade da mulher e as relações de poder, hierárquicas e assimétricas que afetam as vidas neste contexto. E ainda mais do que isso, a menção honrosa ao estudo é especialmente importante neste momento nacional onde políticas de cortes nos recursos destinados à saúde incitam discursos discriminatórios e distinções hierárquicas entre vidas politicamente relevantes e outras de menor valor”, pontou Vilma.

Confira o trabalho premiado:

DIREITOS REPRODUTIVOS DAS MULHERES NO SISTEMA PENITENCIÁRIO: TENSÕES E DESAFIOS NA TRANSFORMAÇÃO DA REALIDADE

Vilma Diuana de Castro – Diuana, V. – PPGBIOS/IMS/UERJ
Miriam Ventura – Ventura, M. – IESC/UFRJ
Luciana Simas – Simas,L. – PPGBIOS/IESC/UFRJ
Bernard Larouzé – Larouzé,B. – INSERM, IPLESP UMRS 1136, Paris
Marilena Corrêa – Corrêa,M. – IMS/UERJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *