Estudantes de Gestão de Sistemas de Saúde concluem atividades no primeiro semestre de 2018

A turma da área de Gestão de Sistemas vai concluir atividades no primeiro semestre de 2018 no curso de Mestrado Profissional em Administração em Saúde do Instituto de Medicina Social da UERJ. Os estudantes iniciaram seus estudos em 28 de outubro de 2015 na área de Gestão de Sistemas de Saúde, para o Ministério da Saúde e Escola Superior de Ciências da Saúde (DF), com ênfase no tema Ensino na Saúde, sob a coordenação dos Professores Mario Dal Poz (coordenador) e Adriana Cavalcanti de Aguiar (coordenadora-adjunta). Essa turma é desdobramento do Curso de Especialização em Ensino na Saúde, ministrado pelo IMS durante os anos 2014 e 2015, e vem contribuindo para o fortalecimento da gestão e ensino na saúde, de modo a que respondam às necessidades ou desenvolvimento do Sistema Único de Saúde (SUS) no contexto da consolidação da integração ensino-serviços, do fomento à formação interprofissional, da integralidade do cuidado à saúde e do trabalho nas redes de atenção à saúde mediante a formação de docentes, preceptores e gestores da Educação na Saúde.

Este curso tem como objetivo contribuir para formar docentes e preceptores críticos, para atender aos desafios do incremento da produção de pesquisas científicas e tecnologias mediante a formação em nível de mestrado na área do ensino das profissões da saúde, desenvolvendo, assim, redes na área da educação na saúde, estratégica para a consolidação do SUS.

Em 2015, foram ofertadas 25 vagas. Para essa turma, foram selecionados e matriculados 18 alunos, dos quais, 12 já defenderam dissertação e três estão com suas defesas marcadas, resultando em 83,3 % de concluintes.

O curso de Mestrado Profissional em Administração em Saúde foi criado por professores do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva no ano 2000, sendo o primeiro mestrado profissional brasileiro na área de Saúde Coletiva. As turmas são abertas em função de demandas de instituições públicas e privadas do sistema de saúde.

A partir de um núcleo de professores permanentes do IMS/UERJ, o corpo docente sofre alterações para melhor atender às demandas específicas, o perfil dos alunos e o foco temático e epistemológico/metodológico da turma.

A partir da experiência do Curso de Especialização em Administração Hospitalar (lato sensu) e uma demanda do Ministério da Saúde, em 2000 foi realizada a primeira turma de mestrado profissional com aproximadamente 20 mestres defendendo suas dissertações. Desde então, já foram abertas 6 turmas nas diferentes áreas da saúde coletiva, como Gestão e gerência de sistemas e serviços de saúde; Avaliação e gestão de sistemas e de tecnologias em saúde e Vigilância em saúde.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *