IMS promove debate “SUS 2018: ameaças e desafios”

O Instituto de Medicina Social da UERJ promove, no dia 15 de maio, às 14h, no Auditório do IMS, o debate “SUS 208: ameaças e desafios”. Os debatedores são Cristiani Vieira Machado (ENSP/Fiocruz), Eduardo Levcovitz (IMS/UERJ) e Ligia Bahia (IESC/UFRJ) com moderação de Felipe Asensi (IMS/UERJ). Além das restrições estruturais de financiamento, agravadas pela “Emenda do Teto de Gastos” e pelo limitado avanço na mudança do modelo assistencial, em 2018 o SUS está sendo atacado por iniciativas políticas, institucionais e empresariais que, combinadas, conformam um cenário inédito de ameaças e desafios.

O empresariado da saúde propõe um “Novo Sistema Nacional de Saúde” e impulsiona os “planos populares” privados, a grande finança se expande para a indústria farmacêutica e de insumos da produção ao varejo, os hospitais privados se organizam em empresas capitalistas autoproclamadas como “modernas”, o Governo Federal se vangloria de cortes nos gastos, e altera profundamente políticas estruturantes de longa e reconhecida trajetória: Atenção Básica, Saúde Mental, Transferências a Estados e Municípios, com a conivência do CONASS e do CONASEMS que rompe a “coalizão de gestores” que nos últimos anos tem sido um dos principais agentes coletivos de defesa do SUS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *