13/06, às 9h – Chá da Epidemiologia com Letícia Rocha, do Hospital Pedro Ernesto

No dia 13 de junho, das 9 às 12h, no Auditório do IMS/UERJ, vai acontecer mais uma edição do Chá da Epidemiologia. Com tema “Capacidade funcional de pacientes brasileiros com artrite reumatoide: uma análise longitudinal com modelos lineares de efeitos mistos”, Letícia Rocha, doutoranda do programa em Saúde Coletiva do IMS/UERJ e vinculada ao Hospital Pedro Ernesto, vai ministrar o seminário.

A artrite reumatoide (AR) é uma doença inflamatória de caráter crônico com prevalência estimada em 0,5% no Brasil. Caracterizada por dor, edema e rigidez matinal das articulações periféricas, a AR não controlada leva à destruição articular progressiva, ocasionando a perda da capacidade funcional e também da qualidade de vida nestes pacientes. Neste trabalho avaliamos quais exposições impactaram a variação da capacidade funcional de uma coorte brasileira de pacientes com AR acompanhados em centros de referência para tratamento de doenças reumáticas vinculados ao SUS. Esta foi uma coorte com coleta de dados prospectiva em três momentos ao longo de um ano e, para dar conta de trabalhar com dados repetidos, utilizamos modelos lineares de efeitos mistos nesta análise.

LEITURAS SUGERIDAS:

Michaud, K., Wallenstein, G. & Wolfe, F. Treatment and nontreatment predictors of health assessment questionnaire disability progression in rheumatoid arthritis: A longitudinal study of 18,485 patients. Arthritis Care Res. 63, 366–372 (2011).

Norton, S. et al. Health Assessment Questionnaire disability progression in early rheumatoid arthritis: Systematic review and analysis of two inception cohorts. Semin. Arthritis Rheum. 44, 131–144 (2014).

Wolfe, F. A reappraisal of HAQ disability in rheumatoid arthritis. Arthritis Rheum. 43, 2751–2761 (2000).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *