Warning: Missing argument 2 for WD_SEO_Library::filter_excerpt() in /home/imsblog/site.ims.uerj.br/wp-content/plugins/seo-by-10web/framework/library.php on line 414

Warning: Missing argument 2 for WD_SEO_Library::filter_excerpt() in /home/imsblog/site.ims.uerj.br/wp-content/plugins/seo-by-10web/framework/library.php on line 414

Lançada pela UERJ Rede de Estudos em Planejamento e Política Pública Regional Orientada ao RJ

No último dia 20 de maio, a UERJ lançou a Rede de Estudos em Planejamento e Política Pública Regional Orientada ao Rio de Janeiro, a Rede Pró-Rio, na intenção de inserir a academia no debate das medidas que devem ser implantadas para que a sociedade volte a uma trajetória de crescimento. “Essa rede é algo que já estávamos há algum tempo buscando organizar porque ela vem do entendimento de destacar a importância que a Uerj tem de ser mais um protagonista, ou seja, ela como universidade estadual precisa estar mais voltada para pensar o desenvolvimento do estado do Rio de Janeiro em uma visão estratégica”, destacou o professor da Faculdade de Economia da Uerj Bruno Sobral, idealizador do projeto.
Envolve tanto um grupo de pesquisa já cadastrado no CNPq, como também atividade de extensão em curso junto ao Programa “Educação e Desenvolvimento – Theotonio dos Santos”.

Apesar de ser atingida frontalmente pelos seguidos cortes de verbas promovidos pelas últimas gestões estaduais, a Uerj segue como um dos principais centros de produção e desenvolvimento de conhecimento do Rio de Janeiro. O lançamento do projeto visa destinar esforços para benefício direto do povo.

“É claro que os professores, em sua linha de pesquisa, produzem coisas sobre o Rio de Janeiro, mas isso é diferente de você ter um viés institucional, onde se coloca que uma das melhores formas de defesa da universidade é estarmos pautando o debate. Nós estamos discutindo políticas públicas, mostrando que estamos aptos inclusive a ter mais espaço, mais participação nesse debate dos destinos do estado. O conceito que está por trás do projeto é a ideia do ‘think tank’, o que seria uma área de inteligência”, relatou o economista.

A Rede Pró-Rio visa unificar as experiências desenvolvidas nas instituições públicas de ensino superior no estado, como a UFRJ, a UFF e a UFRRJ, além de entidades da sociedade civil, representadas pela Casa Fluminense.

“A ideia é ser o mais amplo possível articulando essas experiências, superando um certo encastelamento que colocaram para nós. Estamos pensando fragmentado, sem articular uma visão multidisciplinar. A partir disso, vamos tentar avançar sobre essa área de pensamento organizado da política pública da cidade do Rio de Janeiro”, comentou o professor.

Há a ideia estabelecida de que a institucionalidade se afastou das discussões com a academia, um dos principais órgãos representativos do pensamento crítico no país. A construção de um consenso entre os dois entes da sociedade é vista por Bruno Sobral como de fundamental importância, com o equilíbrio entre a teoria e a prática governamental.

“Estamos em um momento em que temos de dialogar com essa classe, que são os gestores públicos, para de fato chegarmos a um entendimento porque senão o debate fica fora e eles passam a ter uma visão de que não estamos propriamente construindo em conjunto, e as coisas não acontecem do ponto de vista de políticas públicas. É desafiador e, ao mesmo tempo, extremamente necessário que a gente faça esse diálogo porque trazemos nossos desafios em uma dimensão mais concreta do que eles podem realizar. Temos de fazer a transposição da nossa análise, que às vezes é de um mergulho mais aprofundado, para que haja algum pragmatismo para eles poderem caminhar”, pontuou.

O evento de apresentação do projeto Rede Pró-Rio se deu em um seminário realizado no salão nobre da Faculdade de Direito da Uerj. Mais informações sobre o lançamento podem ser encontradas na página https://www.facebook.com/rede.pro.rio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *