A dose fracionada para controle da febre amarela é eficaz e necessária para impedir a epidemia em grandes centros urbanos do Brasil, segundo opinião de especialistas

Numa iniciativa para contribuir com o debate em relação à situação epidemiológica da febre amarela e as formas de prevenir o risco de epidemia em grandes centros urbanos no Brasil, a diretoria do Instituto de Medicina Social conversou com José Cássio de Moraes (FCMSC-SP) e Pedro Luiz Tauil (UnB).

Ler mais

Abertas inscrições para apoiadores de pesquisa e intervenção no Projeto Integração Inteligente Aplicada ao Fortalecimento da Rede de Resposta Rápida à Sífilis

Inscrições estão abertas de 24 a 31 de janeiro. Veja detalhes no edital.

Ler mais

IMS é homenageado no 1º Congresso Internacional de Políticas Públicas em Santa Catarina

Na placa, recebida pelo vice-diretor do IMS, Rossano Cabral, das mãos da presidenta do Congresso, Daniela Savi Geremia, professora da UFFS e que foi doutoranda do IMS; ressaltou-se a interdisciplinaridade, espírito crítico e compromisso com a realidade social brasileira e respeito ao livre debate de ideias do Instituto de Medicina Social.

Ler mais

Institutional context and VCT practitionernarratives: possibilities and limitations forHIV prevention in Rio de Janeiro, Brazil

Artigo de Claudia Mora (IMS/UERJ) em coautoria com Simone Monteiro e Carlos Otávio Fiúza Moreira recém publicado na revista BMC International Health and Human Rights, aborda as condições estruturais e as visões e práticas dos aconselhadores nos CTA – Centros de Testagem e Aconselhamento no Estado do Rio de Janeiro, e traz algumas reflexões acerca das possibilidades e limites do trabalho preventivo nesses serviços alternativos do SUS.

Ler mais