(Português do Brasil) 17º Seminário do Projeto Interalidade do Lappis abre com conferência de Gastão Wagner

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

A abertura do 17º Seminário do Projeto Interalidade do Lappis, contou com a participação de Roseni Pinheiro (líder do Grupo de Pesquisa CNPq Lappis), Neyval Costa Reis Jr. (ró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UFES) e Fábio Herbert (coordenador do Programa de Psicologia Institucional da UFES).

Roseni estava sob forte emoção ao falar da história de luta do Lappis. Foto de Flaviano Quaresma.

Roseni cumprimentou a mesa e sob muita emoção falou dos 17 anos de história do Lappis e da contribuição de todos que passaram pelo Grupo de Pesquisa na luta pela ampliação do entendimento do conceito de “cuidado” no contexto da Integralidade em Saúde. Ela ressaltou que a história do Lappis é uma história que se confunde com sua própria história, ou melhor, não se confunde, “se funde” numa perspectiva de lutas, conquistas e desafios no fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS).

Fábio Herbert, da UFES, falou da sua alegria em receber o evento do Lappis.

Fábio Herbert expressou sua alegria em receber a 17ª edição do Seminário do Projeto Integralidade: saberes e práticas no cotidiano das instituições de saúde, que trouxe como tema “Amor Mundi, Políticas de Amizade e Cuidado: a vida na saúde”. Agradeceu publicamente a Roseni Pinheiro pela oportunidade de sediar o evento em Vitória.

Neyval Costa disse que a UFES está de portas abertas para outros eventos do Lappis.

Neyval Costa Jr. reforçou as palavras de Fábio Herbert e disse que a UFES estará sempre de portas abertas para incentivar que mais eventos do Lappis sejam sediados na instituição.

Em seguida, Gastão Wagner, presidente da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), deu início sua conferência que girou em torno do tema do evento e reforçou a participação de todos os presentes no Abrascão 2018. As atividades do pré-evento vai acontecer na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), estrategicamente escolhida devido à crise porque passa a Universidade. Os dias oficiais do Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva estão destinados à Fiocruz (RJ).

Confira a transmissão na íntegra da cerimônia e conferência de abertura do 17º Seminário do Projeto Integralidade AQUI

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *