Evento Perguntas e Respostas Capes/Print IMS

Texto de Flaviano Quaresma/Comunicação IMS/UERJ

No dia 28 de agosto, no Auditório do Instituto de Medicina Social/UERJ, aconteceu a atividade de perguntas e respostas sobre o programa Capes/Print IMS, que reuniu pesquisadores, professores e estudantes do PPGSC-IMS/UERJ. O programa, que é institucional, é aberto a todos os docentes e discentes do IMS e está em processo de implementação. Já conta com estudantes que vivenciaram a troca de experiências com outras instituições de pesquisa no exterior por meio de bolsas de doutorado sanduíche e bolsas de pesquisador visitante. O projeto Capes/Print IMS é coordenado pelo professor e pesquisador Mario Dal Poz, em articulação com a Coordenação de Pós-Graduação em Saúde Coletiva do IMS.

Gulnar Azevedo, diretora do IMS/UERJ, ressaltou o trabalho coletivo dos docentes na implantação do Programa Capes/Print IMS. Foto: Flaviano Quaresma

O Plano de Internacionalização do Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva (2018-2022) do Instituto de Medicina Social da UERJ está organizado em torno do projeto “Produção de Conhecimento para Impulsionar a Agenda 2030 – Objetivos do Desenvolvimento Sustentável”. Na confluência com um conceito abrangente de saúde e de desenvolvimento, trata-se de um marco temático que dialoga com as numerosas linhas de pesquisa dos diferentes departamentos que compõem a nossa unidade e tem pertinência nas três áreas de concentração da pós-graduação: ciências humanas e saúde, planejamento, políticas e administração da saúde e epidemiologia.

Claudia Mora, coordenadora adjunta do Doutorado e Mestrado Acadêmico do IMS/UERJ, o nível de internacionalização das pós-graduações vem se posicionando como um aspecto caro à avaliação das mesmas. Foto: Flaviano Quaresma

De acordo com Claudia Mora, Coordenadora Adjunta do Doutorado e Mestrado Acadêmico do IMS/UERJ, o projeto Capes Print/IMS, elaborado por docentes das três áreas de concentração do Instituto, busca consolidar ou iniciar novas colaborações acadêmicas com pesquisadores e grupos de pesquisa fora do Brasil. Para ela, o nível de internacionalização das pós-graduações vem se posicionando como um aspecto caro à avaliação das mesmas. “Portanto, o planejamento estratégico e a articulação interna focando em objetivos comuns constituem a chave do êxito, e potencial continuidade do projeto. Temos pela frente a possibilidade de consolidar pesquisas e publicações, frutos de colaborações interinstitucionais, bem como criar espaços de formação que potencializem as habilidades e conhecimentos dos discentes. As atividades não se limitam às estancias de docentes e discentes em instituições fora do país. A visita de pesquisadores de fora, além de fortalecer as atividades de pesquisa, está promovendo a proposição de cursos, seminários, publicações, entre outras atividades abertas a toda a comunidade acadêmica da UERJ. Decerto, a mobilidade e intercâmbio de conhecimentos que o projeto almeja fomentar irão reverberar positivamente nas dimensões de formação e pesquisa da nossa pós-graduação”, ressaltou.

Estudante Thaís Jerônimo Vidal, será beneficiária da bolsa de Doutorado Sanduíche em Coimbra, Portugal. Foto: Flaviano Quaresma

Conheça os estudantes contemplados no Doutorado sanduíche no exterior no período 2019 do Programa Institucional de Internacionalização – CAPES-PrInt-IMS/UERJ a serem realizadas por

a) Angela Pereira Figueiredo, sob orientação do professor Martinho Braga Batista e Silva, será beneficiária da bolsa de Doutorado Sanduíche no exterior, com duração de seis meses, no período de 01 de setembro de 2019 a 29 de fevereiro de 2020, será realizado no King´s College London, no Box PO34 – De Crespigny Park – Denmark Hill- London SE5 8AF, sob a orientação da professora Diana Rose, com o plano de trabalho intitulado “Recovery e participação na produção de conhecimento: uma iniciativa de pesquisa com usuários e usuárias da rede de saúde mental do Rio de Janeiro”;

b) Daniela Porto Faus, sob orientação da professora Claudia Leite de Moares, será beneficiária da bolsa de Doutorado Sanduíche no exterior (Cota SR2), com duração de seis meses, no período de setembro de 2019 a fevereiro de 2020, será realizado em Harvard T.H. Chan Shool of Public Health, Estados Unidos, sob orientação da professora Marcia C. Castro, com o plano intitulado “Consequências da Violência na Infância ao longo da adolescência: um estudo seccional de base escolar no município do Rio de Janeiro”;

c) Thaís Jeronimo Vidal, sob orientação do professor Felipe Dutra Asensi, será beneficiária da bolsa de Doutorado Sanduíche no exterior, com duração de seis meses, no período de dezembro de 2019 a maio de 2020, será realizado no Centro de Estudos Sociais na Universidade de Coimbra, soba a orientação do professor Mauro Serapioni, com o plano de trabalho intitulado “A sociedade civil e a reivindicação de direito à saúde: estratégias de atuação de duas associações de usuários com câncer de sangue”.

O professor Felipe Asensi será professor visitante na Ambra College, nos Estados Unidos. Foto: Flaviano Quaresma

Conheça os professores visitantes (júnior e sênior) no exterior no período 2019 do Programa Institucional de Internacionalização – CAPES-PrInt IMS/UERJ:

Professor Horacio Federico Sívori vai desenvolver o plano de trabalho sobre “Violência em rede e a reprodução da desigualdade: discurso de ódio online e ativismo anti-direitos em diferentes escalas e contextos” no Laboratoire d’études de genre et de sexualité́, Université́ Paris 8, Vincennes Saint-Denis, Paris, França no período de 1 outubro 2019 a 31 março 2020. A crise dos modelos de governança existentes no nível tanto das nações como global em questões de saúde e segurança afeta suas bases democráticas e altera radicalmente as formas de interação e a própria composição dos setores reconhecidos como sociedade civil e estado. Assistimos hoje à radicalização tanto de mecanismos oficiais de exclusão social, como da violência cotidiana contra os sujeitos mais vulneráveis. Nodal para o crescimento de movimentos antidemocráticos no seio da sociedade tem sido o papel dos meios digitais de comunicação, dos seus fluxos e variadas formas de (des)regulação. O plano de trabalho a ser desenvolvido pelo Prof. Sívori no LEGS e junto a outros parceiros institucionais servirá para aprofundar o conhecimento sobre uma área que merece toda atenção nos debates sobre saúde e desenvolvimento.

Professor Felipe Dutra Asensi vai desenvolver o plano de trabalho sobre Judicialização da Saúde e Diálogo Institucional: Uma Análise sobre as Estratégias de Reivindicação do Direito à Saúde Desenvolvida em Instituições Jurídicas nos Estados Unidos e no Brasil no “Ambra College”, Miami, EUA, no período de 1º dezembro 2019 a 30 junho 2020).

Professor Mario Dal Poz estará em Missão na School of Public Health, University of California, Berkeley, também Estados Unidos. Foto: Flaviano Quaresma

Conheça os professores que estarão em Missões de Trabalho no Exterior no período 2019 do Programa Institucional de Internacionalização – CAPES-PrInt-IMS/UERJ a serem realizadas pelos professores Eliseu Verly Junior, Marilena Cordeiro Dias Villela e Mario Roberto Dal Poz.

Professor Eliseu Verly Junior vai em missão de trabalho à Universidade de Montpellier para desenvolver atividades sobre o “Uso da otimização de dados na avaliação de sistemas alimentares saudáveis, acessíveis, seguros, culturalmente aceitáveis e sustentáveis”, no período de 23 de setembro de 2019 a 11 de outubro de 2019. Os objetivos principais desta missão contemplam tanto a avaliação quantitativa do impacto ambiental, mensurado por indicadores de sustentabilidade como emissão de gás de efeito estufa e uso de água, bem como identificar modificações mais efetivas nas escolhas alimentares pela população brasileira que reduzam o impacto ambiental, e que sejam acessíveis, seguras, e culturalmente aceitáveis.

Professora Marilena Cordeiro Dias Villela vai em missão de trabalho ao CERMES3- Centre de études medecine, sciences, santé, société (/ CNRS, INSERM, EHESS e Fac. de Medicine Paris- Descartes l para desenvolver atividades sobre “Estudos sócio históricos da produção de conhecimento e políticas de saúde: análises dos processos de cópia, inovação e produção de bens terapêuticos essenciais, e o direito universal à saúde”, no período de 4 de novembro de 2019 a 11 de novembro de 2019.

Professor Mario Roberto Dal Poz vai em missão de trabalho ao Global Center for Health Economics and Policy Research, School of Public Health, University of California, Berkeley, para desenvolver atividades sobre “Reforço da capacidade técnica e institucional para a realização de análises sobre o mercado de trabalho da saúde “, no período de 13 de outubro de 2019 a 20 de outubro de 2019).

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *