(Português do Brasil) CNPq anuncia calendário de Bolsas Especiais 2017 com recomposição de bolsas no exterior

Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en Portugués De Brasil. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

As datas de inscrição das Bolsas Especiais no País e no Exterior do CNPq para o ano de 2017 estão definidas. A ação retoma a possibilidade de solicitações de novas bolsas no exterior que estiveram suspensas em 2016. O calendário é dividido em três cronogramas ao longo do ano, com submissões cujos prazos finalizam em março, junho e setembro.

As modalidades contempladas são:

Bolsas no País

Pesquisador Visitante (PV)

Pós-Doutorado Júnior (PDJ)

Pós-Doutorado Sênior (PDS)

Pós-Doutorado Empresarial (PDI)

Doutorado-Sanduíche no País (SWP)

Doutorado-Sanduíche Empresarial (SWI)

Bolsas no Exterior

Doutorado pleno no Exterior (GDE)

Pós-Doutorado (PDE)

Doutorado-Sanduíche (SWE)

Estágio Sênior (ESN)

 

Veja o calendário:

 

Etapas Cronograma 1 Cronograma 2 Cronograma 3
Inscrição Até 1º de março de 2017 Até 1º de junho de 2017 Até 1º de setembro de 2017
Julgamento maio/17 agosto/17 novembro/17
Resultado Até 31 de maio de 2017 Até 30 de Agosto de 2017 Até 31 de dezembro de 2017
Início da vigência julho/agosto/setembro/outubro de 2017 novembro/dezembro 2017 e janeiro/fevereiro de 2018 março/abril/maio/junho de 2018

 

O formulário de inscrições estará disponível nos próximos dias.

Execução orçamentária ultrapassa previsão inicial

O novo calendário vem acompanhado do anúncio do adiantamento do pagamento trimestral das bolsas no exterior. Na última semana de dezembro de 2016, foram pagas todas as bolsas dessa modalidade até março de 2017, um total de R$ 21,1 milhões.

Além desse adiantamento, o CNPq anunciou a recomposição das bolsas de Iniciação Científica que havia sofrido um corte de 20% em agosto do ano passado e a quitação dos pagamentos atrasados da Chamada Universal 2014. Essas ações contribuíram para que o CNPq fechasse 2016 investindo recursos da ordem de 137% do valor originalmente programado para o referido ano.

O crédito orçamentário estabelecido em 2016 para o CNPq totalizava aproximadamente R$ 1,38 bilhão e a execução final foi de R$ 1,89 bilhão. Isso representa um adicional de aproximadamente R$ 500 milhões sobre o valor previsto, ou seja, 37% a mais.

Fonte: Coordenação de Comunicação Social do CNPq

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *