(Português do Brasil) IMS promove debate «SUS 2018: ameaças e desafios»

Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en Portugués De Brasil. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

O Instituto de Medicina Social da UERJ promove, no dia 15 de maio, às 14h, no Auditório do IMS, o debate «SUS 208: ameaças e desafios». Os debatedores são Cristiani Vieira Machado (ENSP/Fiocruz), Eduardo Levcovitz (IMS/UERJ) e Ligia Bahia (IESC/UFRJ) com moderação de Felipe Asensi (IMS/UERJ). Além das restrições estruturais de financiamento, agravadas pela “Emenda do Teto de Gastos” e pelo limitado avanço na mudança do modelo assistencial, em 2018 o SUS está sendo atacado por iniciativas políticas, institucionais e empresariais que, combinadas, conformam um cenário inédito de ameaças e desafios.

O empresariado da saúde propõe um “Novo Sistema Nacional de Saúde” e impulsiona os “planos populares” privados, a grande finança se expande para a indústria farmacêutica e de insumos da produção ao varejo, os hospitais privados se organizam em empresas capitalistas autoproclamadas como “modernas”, o Governo Federal se vangloria de cortes nos gastos, e altera profundamente políticas estruturantes de longa e reconhecida trajetória: Atenção Básica, Saúde Mental, Transferências a Estados e Municípios, com a conivência do CONASS e do CONASEMS que rompe a “coalizão de gestores” que nos últimos anos tem sido um dos principais agentes coletivos de defesa do SUS.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *