Pós-graduandos do IMS visitam abrigos e postos da Operação Acolhida para imigrantes venezuelanos em Roraima

Texto de João Roberto Cavalcante e Igor Rodrigues

Os pós-graduandos do Instituto de Medicina Social, João Roberto Cavalcante e Igor de Assis Rodrigues, estiveram em Roraima nos dias 12, 13 e 14 de junho durante a realização do IV Curso de Direito Internacional dos Refugiados para Professores Universitários, no qual participaram de atividades teóricas e de campo. Os discentes puderam visitar os abrigos e postos de Boa Vista e Pacaraima montados para o acolhimento do fluxo de imigrantes venezuelanos que estão buscando o Brasil a partir da fronteira terrestre. As instalações fazem parte da Operação Acolhida, iniciativa do Governo Federal em articulação com as Forças Armadas do Brasil, diferentes ministérios, organismos internacionais e organizações civis.

O curso foi ministrado pela professora Liliana Lyra Jubilut (Universidade Católica de Santos) e professor João Carlos Jarochinski Silva (Universidade Federal de Roraima), com realização da UNISANTOS e UFRR e apoio do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), Defensoria Pública da União (DPU) e a Organização Internacional para as Migrações (OIM). No eixo teórico, foram ministradas aulas sobre direito internacional dos refugiados desde seu histórico no século XX até as legislações nacionais de migração mais recentes. Na atividade de campo, conheceram o abrigo Rondon 3, em Boa Vista, que acolhe até 1086 pessoas, sendo este o maior abrigo para imigrantes e solicitantes de refúgio do Brasil.

No município de Pacaraima, os discentes visitaram o posto de atendimento avançado (onde imigrantes recebiam atenção à saúde), os postos de recepção, identificação, vacinação, triagem e documentação, o centro de operações, o alojamento de passagem e abrigo dedicado à indígenas vindos da Venezuela, além de terem visitado a fronteira entre os dois países. Ambos os pós-graduandos trabalham com o tema de migrações forçadas e saúde no IMS e são orientados pelos professores Eduardo Faerstein (EPI) e Francisco Ortega (CHS). Também são membros do Centro Brasil de Saúde Global e da Cátedra Sérgio Vieira de Mello da UERJ.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *