Colóquio Interpretando a possessão: entre medicina e religião

O evento contribui para revigorar o trabalho de análise histórica de longo prazo na área interdisciplinar de Saúde Coletiva. Com essa finalidade, pesquisadores/as convidados/as, com base na análise ou na produção de textos de diversos períodos, discutirão a possessão, o arrebatamento, o êxtase místico e outros estados de distanciamento do eu, bem como as interpretações deles propostas tanto na época quanto atualmente, dando atenção, quando pertinente, ao tema da medicina. Em particular, também se atentará para o controle institucional na reprodução e transmissão de textos relacionados com a incitação de emoções ou sentimentos místicos e religiosos.

1.Serge Margel (Université de Neuchâtel/UnB): Du mystique au pathologique. Les possessions démoniaques et les convulsionnaires de Saint Médard
2.André Rios (IMS-UERJ): “Não sou eu que vivo” (Gal 2,20)
3.Maria Schetino (Ciências da Religião/UFJF): O Poema Sacro de Dante e “la città dolente”: reflexões sobre pecado e psicopatologia
4.Eduardo Guerreiro (FL-UFRJ): Possessão e Despersonalização na Poética Simbolista
5.Rafael Viegas (PFI-UFF/Unicamp): O Demônio das Infecções
6.Luiz Fernando Medeiro de Carvalho (UFJF): Questões recentes sobre a mística

Colóquio: Interpretando a possessão: entre medicina e religião
Dia 2 de setembro – 2ª feira – 14hs-18hs
Instituto de Medicina Social – UERJ
Rua São Francisco Xavier, 524 – 7. andar

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *