“Antes de ser epidemiologista eu sou sanitarista”, afirma Gulnar em entrevista

Gulnar concedeu entrevista para a Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), na qual abordou o momento das universidades públicas no Brasil – em especial da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), o desmonte do Sistema Único de Saúde, sua relação com a Abrasco e sua opinião sobre as próximas eleições de outubro no Brasil.

Ler mais

Vídeo ) Sérgio Carrara fala da importância do Seminário Estratégico do IMS

Sérgio Carrara, pesquisador e professor do Instituto de Medicina Social, fala da importância da realização do Seminário Estratégico para discutir sua estrutura institucional e acadêmica. O evento se aprofundou em 4 painéis (Saúde Coletiva no Brasil; Panorama Internacional da Saúde Coletiva; Pesquisa, produção intelectual e financiamento; Projeto Político-pedagógico), seguidos de dois Grupos de Trabalho (Ensino e Pesquisa).

Ler mais

A dose fracionada para controle da febre amarela é eficaz e necessária para impedir a epidemia em grandes centros urbanos do Brasil, segundo opinião de especialistas

Numa iniciativa para contribuir com o debate em relação à situação epidemiológica da febre amarela e as formas de prevenir o risco de epidemia em grandes centros urbanos no Brasil, a diretoria do Instituto de Medicina Social conversou com José Cássio de Moraes (FCMSC-SP) e Pedro Luiz Tauil (UnB).

Ler mais

IMS é homenageado no 1º Congresso Internacional de Políticas Públicas em Santa Catarina

Na placa, recebida pelo vice-diretor do IMS, Rossano Cabral, das mãos da presidenta do Congresso, Daniela Savi Geremia, professora da UFFS e que foi doutoranda do IMS; ressaltou-se a interdisciplinaridade, espírito crítico e compromisso com a realidade social brasileira e respeito ao livre debate de ideias do Instituto de Medicina Social.

Ler mais