Solicitantes de Refúgio no Rio de Janeiro – Panoramas da Saúde Coletiva

O último relatório anual do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), publicado em 2018, com dados de 2017, informa que existem 68,5 milhões de migrantes forçados no mundo, sendo 25,4 milhões de refugiados, 3,1 milhões de solicitantes de refúgio e 40 milhões de deslocados internos (UNHCR, 2018).

Ler mais

Editores de revistas científicas criticam avaliação por meio do fator de impacto

Coordenada por Kenneth Camargo, editor da revista Physis, do Instituto de Medicina da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), a mesa reuniu a editora da revista Salud Colectiva, da Universidad Nacional de Lanús (Argentina), Viviana Martinovich, a co-editora da revista Cadernos de Saúde Pública (Fiocruz), Marília de Sá Carvalho e o editor-chefe da revista American Journal of Public Health, Alfredo Morabia.

Ler mais

Guilherme Werneck comenta a mesa sobre avaliação da pós-graduação em Saúde Coletiva

#Abrascão2018 Na mesa-redonda “Avaliação da pós-graduação em saúde coletiva: que caminho seguir?”, sob a coordenação de Guilherme Werneck, pesquisador e professor do Instituto de Medicina Social, contou com os debatedores Rita Barradas Barata (Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo – SP), Mauricio Lima Barreto (CIDACS/FIOCRUZ – BA) e Kenneth Rochel de Camargo (IMS/UERJ).

Ler mais

Debate sobre o SUS apresenta mais problemáticas que perspectivas de saída para a crise

Evento teve a participação de Ligia Bahia (IESC/UFRJ), Cristiani Vieira Machado (ENSP/Fiocruz) e Eduardo Levcovitz (IMS/UERJ), que debateram as inúmeras problemáticas de 30 anos de um sistema único de saúde, que vem resistindo aos trancos e barrancos as investidas explícitas de desmantelamento realizadas por governantes, empresários, pela mídia e até mesmo pelo funcionalismo público.

Ler mais

Vídeo ) Sérgio Carrara fala da importância do Seminário Estratégico do IMS

Sérgio Carrara, pesquisador e professor do Instituto de Medicina Social, fala da importância da realização do Seminário Estratégico para discutir sua estrutura institucional e acadêmica. O evento se aprofundou em 4 painéis (Saúde Coletiva no Brasil; Panorama Internacional da Saúde Coletiva; Pesquisa, produção intelectual e financiamento; Projeto Político-pedagógico), seguidos de dois Grupos de Trabalho (Ensino e Pesquisa).

Ler mais